Marketing Content Writer

Compreender essas "quatro tendências" pode ajudá-lo a colaborar melhor com os seus colegas de trabalho

Compreender essas "quatro tendências" pode ajudá-lo a colaborar melhor com os seus colegas de trabalho

Conforme o mundo continua a evoluir e a força de trabalho híbrida se torna uma realidade, entender o que motiva colaboradores e colegas de trabalho é mais importante do que nunca.

No Zoom, queremos ajudar todos a aprender como podem simplificar a colaboração e melhorar as formas de trabalho, não importa de onde se esteja trabalhando.

De acordo com Gretchen Rubin, apresentadora de podcast premiada e autora do New York Times, você pode entender melhor a si mesmo e aos outros ao seu redor com uma estrutura de personalidade conhecida como as "Quatro tendências". Saber que tipo de personalidade você e seus colegas têm pode ajudá-lo a lidar com a colaboração e a liderança com mais empatia e eficácia.

Saiba mais sobre a estrutura das "Quatro tendências" de Rubin abaixo e confira o nosso webinar com a autora para se aprofundar no assunto

As Quatro tendências


Embora as estruturas de personalidade, que definem e delineiam tendências no comportamento humano, possam parecer restritivas para alguns, Rubin acredita que é útil para todos nós ter um vocabulário que nos ajude a compreender melhor o mundo e o nosso lugar nele. Podemos identificar os padrões que construímos em nossas vidas e quais desses padrões permitem interações bem-sucedidas com outras pessoas.

A estrutura das “Quatro tendências” de Rubin é baseada em uma pergunta: como você responde às expectativas?

Enfrentamos dois tipos de expectativas: expectativas externas, que podem ser prazos de trabalho ou um pedido de um amigo, e expectativas internas, como o desejo de manter uma resolução de Ano Novo.

A maneira como respondemos a ambos os tipos de expectativas gerou estas quatro tendências:

O Sustentador: os sustentadores atendem prontamente às expectativas externas e internas – eles cumprem os prazos, estão sempre ansiosos para saber o que as pessoas querem deles e esperam muito de si mesmos. Eles estão focados na execução e na autodireção, o que significa que muitas vezes são vistos pelos outros como rígidos. No entanto, podem sofrer com suas próprias restrições. Os sustentadores precisam verificar suas expectativas internas para que suas ações estejam a serviço de metas positivas que fomentam o amor próprio.


Lema do sustentador: “Disciplina é minha liberdade”.

O Questionador: os questionadores farão algo se fizer sentido para eles – eles tendem a transformar tudo em uma expectativa interna. Eles resistem a itens arbitrários e qualquer ato que percebem como injusto, exigindo razões e justificativas para executarem qualquer ação. Os questionadores são grandes pensadores críticos, poupando o resto de nós de perder tempo e dinheiro por meio do seu foco nas razões, na pesquisa e na otimização. No entanto, às vezes eles podem consumir a energia dos outros com seus questionamentos constantes, além de sofrer de paralisia por análise.

Lema do questionador: "Vou obedecer se você me convencer".

O Obediente: os obedientes atendem às expectativas externas, mas lutam para atender às próprias expectativas internas. Eles nunca deixam de ajudar os outros, mas lutam para ajudar a si mesmos, o que os torna ótimos membros de equipes, amigos e familiares. Se desejam cumprir uma expectativa interna, os obedientes precisam de alguma forma tangível de confiabilidade externa. Por exemplo, os obedientes que desejam se exercitar mais podem precisar se inscrever em uma academia para que tenham motivação financeira para ir. Embora trabalhem facilmente com os outros, eles podem ficar frustrados quando se sentem oprimidos por expectativas externas ou sentir que estão sendo usados.

Lema do obediente: “Você pode contar comigo. Estou contando com você para contar comigo”.

O Rebelde: os rebeldes resistem a ambos os tipos de expectativas e fazem as coisas à sua maneira, em seu tempo. Eles ignoram a si próprios na maior parte do tempo. Os rebeldes valorizam muito a identidade e tomam decisões com base no que alimenta a percepção que têm de si mesmos. Para ajudá-los, você deve permitir que eles mesmos encontrem o que estão buscando. No entanto, os rebeldes podem afastar as pessoas e até ficar frustrados consigo mesmos devido à sua falta de direção.

Lema do rebelde: "Você não pode me obrigar, nem eu posso".

De acordo com Rubin, muitos de nós são Obedientes, seguidos por Questionadores, Sustentadores e Rebeldes, respectivamente. Se está curioso para saber em qual das quatro tendências você se encaixa, pode fazer este teste para descobrir.

Estrutura para o futuro

Essa estrutura foi projetada para nos ajudar a ter mais empatia pelos outros, para que possamos trabalhar melhor juntos.

Ao identificar as estruturas de personalidade presentes em sua equipe, você pode entender como melhorar a forma como motiva e se comunica com os outros. Com uma colaboração guiada pela empatia, você obterá melhores resultados, independentemente do fuso horário ou ambiente de trabalho em que estiver.

Se você quiser saber mais sobre por que compreender as quatro tendências da personalidade pode levar a uma vida mais feliz, leia o livro da Rubin, Building a Happier, Healthier, More Productive Life (Construindo uma vida mais feliz, saudável e produtiva, em tradução literal).

Mantenha-se atualizado sobre as mais recentes ideias de liderança para uma força de trabalho híbrida. Confira os próximos eventos na nossa série de webinars Seguindo adiante e leia o resumo do nosso webinar com o apresentador de podcast, autor, empresário e ex-atleta Lewis Howes.

Não esqueça de compartilhar esta postagem