Product Lead for Education

Professores do Ensino Médio compartilham 5 práticas recomendadas para um aprendizado híbrido de sucesso

Professores do Ensino Médio compartilham 5 práticas recomendadas para um aprendizado híbrido de sucesso

O ensino em uma sala de aula híbrida apresenta seus próprios desafios e oportunidades. Garantir que todos os alunos sejam igualmente expostos ao material e se sintam incluídos na aula pode enfrentar desafios logísticos, especialmente quando se trata de assuntos mais práticos, como matemática e ciências.

A Escola de Ciências e Matemática da Carolina do Norte (NCSSM) em Durham, Carolina do Norte, é uma colégio interno de Ensino Médio que oferece um programa de aprendizado virtual há vários anos. Neste semestre, os alunos voltaram para a escola em um ambiente híbrido, em que metade das aulas começaram de maneira presencial e mudaram para o cenário virtual no meio do semestre. Além disso, alguns alunos optaram pelo aprendizado virtual praticamente o ano inteiro.

Conversamos com vários professores de matemática e ciências do Ensino Médio da NCSSM para saber mais sobre como eles otimizam a experiência dos alunos, seja em sala de aula ou em um ambiente remoto. Veja a seguir as principais dicas para uma experiência de aprendizado bem-sucedida em uma sala de aula híbrida:

1. Traga todos para o Zoom

Isso mesmo! Até mesmo seus alunos presenciais devem participar da reunião via Zoom em seus dispositivos pessoais durante as discussões simultâneas. Os alunos em sala de aula podem trazer fones de ouvido e interagir diretamente com um ou dois alunos virtuais usando as Salas simultâneas. Uma webcam instalada na frente da sala pode dar aos alunos remotos uma visão dos seus colegas, enquanto um projetor ou monitor grande pode ser usado para exibir uma galeria dos alunos remotos.

Nick Koberstein, professor de matemática do 2º e do 3º ano do ensino médio, gosta de fixar sua webcam no topo da tela. “Isso me ajuda a lembrar dos alunos virtuais e também mantém a turma visível”, explicou ele.

2. Crie grupos com alunos virtuais e presenciais

Ao designar grupos de discussão, misture alunos virtuais e presenciais em grupos. “O mais importante é garantir que todos se sintam como se estivessem na mesma aula”, disse Letitia Hubbard, que ensina engenharia e ciência da computação.

Para alunos mais velhos, a professora de matemática Cheryl Gann recomenda permitir que alunos presenciais e virtuais usem o recurso de chat para se comunicarem e designar um monitor para acompanhar a conversa.

“Os alunos estão acostumados a se comunicar dessa forma”, disse Gann. “Gosto de designar um aluno da turma para trazer questões do chat para a nossa discussão. Às vezes, os alunos se sentem mais confortáveis em digitar suas perguntas.”


Dica de profissional: crie laboratórios interativos

Crie laboratórios que possam incluir os alunos virtuais. Quando possível, use materiais domésticos comuns em seus experimentos ou envie kits de laboratório para as casas dos alunos. Hubbard criou um laboratório em que os alunos deviam avaliar seus movimentos enquanto caminhavam sobre uma plataforma de força e usar os resultados para projetar solas de sapato. Ela garantiu que todos se sentissem incluídos, fazendo com que os alunos presenciais fizessem as medições usando as plataformas de força, enquanto os alunos virtuais realizavam análises e produziam o desenho assistido por computador (CAD) para os sapatos. Quando as duas equipes trocaram de lugar no meio do semestre, a nova equipe repetiu os testes de laboratório com suas solas de sapato impressas em 3D para que todos os alunos pudessem ter a experiência completa.


3. Vá além da teoria

Aulas on-line muito longas podem ser cansativas para alunos e professores, mas Christine Belledin, que ensina matemática, faz uso de atividades para evitar o cansaço causado pela reunião. “Não acho que aulas muito teóricas sejam um bom formato, mesmo presencialmente”, disse Belledin. Ela recomenda mudar o formato da aula para que os alunos nunca façam a mesma coisa por um longo período e incluir vídeos, discussões simultâneas, pesquisas e atividades on-line. Também pede aos alunos que tragam sua bebida ou lanche favorito para um intervalo durante períodos de aula mais longos.

4. Encontre maneiras de os alunos compartilharem seus trabalhos

Usar o recurso de quadro de compartilhamento do Zoom para fazer anotações em uma tela funciona bem para aulas em que essa tecnologia esteja acessível.

“Na verdade, gosto mais da ferramenta de anotação do Zoom do que de um quadro branco físico porque os alunos também podem fazer anotações”, disse Belledin. “Os alunos remotos podem participar, e os alunos presenciais podem mostrar seus trabalhos sem a necessidade de se dirigir ao quadro."

Ela também pediu aos alunos que fotografassem seus trabalhos e colocassem as fotos em um documento do Google Docs compartilhado. “Descobrimos que mesmo segurar o papel perto da webcam funciona surpreendentemente bem”, acrescentou Koberstein. “Você pode pedir aos alunos que escrevam com caneta para facilitar a leitura.”

5. Prepare e equipe a sala de aula para que todos possam ver e ouvir

Na NCSSM, todas as salas de aula híbridas foram equipadas com um painel ClearTouch, um monitor de tela grande que se conecta à aula do Zoom. Ele funciona como um quadro de compartilhamento, mas tudo o que é escrito nele é adicionado como uma anotação do Zoom, permitindo que os alunos presenciais e remotos na reunião Zoom tenham a mesma visualização. Você também pode simplesmente conectar um telefone como uma câmera de documentos ou usar a ferramenta de anotação no Zoom e projetar para os alunos presenciais de modo que todos possam ver o mesmo material.

Os alunos virtuais podem ter problemas para ouvir o que é dito na sala de aula devido ao uso de máscaras e ao distanciamento físico. Koberstein aconselhou repetir as perguntas dos alunos antes de responder e resumir os pontos de discussão de vez em quando para garantir que os alunos virtuais acompanhem a conversa.

Saiba mais

E, como sempre, é importante garantir a proteção das salas de aula Zoom contra interrupções e convidados indesejados. Visite o nosso blog para saber mais sobre as práticas recomendadas para proteger suas salas de aula virtuais. Para saber como projetar ambientes de aprendizado híbrido de sucesso, confira nossa página da Web do Zoom para Educação.

Não esqueça de compartilhar esta postagem